terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Museu do Surf de Cabo Frio terá sede própria

O Museu do Surf de Cabo Frio vai ganhar, em breve, uma sede. O prefeito da cidade, Marquinho Mendes, anunciou no início de janeiro a construção do prédio, na Praia do Forte, em frente ao Teatro Municipal. Ao lado, será construído um aquário público, semelhante ao de Santos, em São Paulo.

O início das obras está previsto para março, e elas devem durar três meses. A sede terá sala de cinema, biblioteca, café, acesso à internet, loja de souvenirs, loja de produtos de surfe, restaurante e bar temático, além da área de exposições. O museu foi criado pelo longboarder Telmo Moraes, que há 13 anos começou a colecionar pranchas. Hoje, o acervo conta com cerca de 600 delas, além de documentos e livros, e já foi visitado por quase 200.000 pessoas. Segundo Telmo, a mudança será uma vitória para a cidade, por tratar-se de um dos cinco museus mais importantes do gênero no mundo.

— Você consegue imaginar um museu que fala de surf longe da praia? Nem eu. Mas tive que ficar por aqui (Rua Jorge Lóssio, no Centro) por falta de opção. Agora vamos para um lugar adequado, de frente para o mar — comenta Moraes, que surfa diariamente na Praia do Forte.

O museu já está inserido, ao lado de outras 300 instituições fluminenses, no portal Museus do Rio (www.museusdorio.com.br). No acervo, estão peças nacionais e internacionais, que vão do final da década de 40 até os dias de hoje.
Fonte: O Globo

Nenhum comentário: