domingo, 19 de agosto de 2012

Adão e o Bar

Um amigo há tempos me chamava para conhecer o Bar do Adão da Barra (Rio). Já conhecia, meio que por acaso, o do Grajaú, onde começou, em 1990. Até que um dia, ontem, mais precisamente, calhou de ir lá.

O padrão do serviço se mantém bom, os garçons não são frios e impessoais como os do Belmonte, os pastéis idem. A cerveja (quando há, nunca peço chopp) estava bem gelada, mas é pena que não haja uma maior diversidade - não precisa encher-se com mil rótulos diferentes, mas um pouco de vareio sempre cai bem.

Outro ponto forte são as caipirinhas e caipivodkas. Nenhum sabor inusitado, mas todas as que eu e amigos/as bebemos estavam acima da média.

Como quase todos os lugares do Rio, se chegar entre 21h e 23h, fica difícil encontrar lugar pra estacionar por perto, mas é bem menos pior que na zona sul. Só pra finalizar, eles dizem fecham após o último cliente pedir a conta, e comprovei que isso é sério =)

Nenhum comentário: