sexta-feira, 21 de setembro de 2012

WT Trestles 2012 - resumo

Terminou ontem o Hurley Pro, realizado em Trestles, Califórnia. Vencido por Slater pela 6ª vez, marcou a 50ª vitória do careca em 76 finais, recorde absoluto. Ele, que estava em 4º no ranking, subiu uma posição e fica mais perto de um possível 12º título mundial; empatou a disputa pessoal com Joel Parkinson, quer foi vice nesta etapa: 5 vitórias pra cada um.

Joel Parkinson, aliás, só chegou à final por ter sido sobrevalorizado pelo juízes. Muitos profissionais questionaram sua vitória na bateria contra Jordy Smith nas quartas de final. Ganhou uma penca de notas 9+, quando algumas deveriam ser na casa dos 8 pontos. O que lembra a uma crítica que à ASP que não é nova: surfistas veteranos são 'protegidos' pelos juízes.

Além dos veteranos, a ASP também elege alguns queridinhos, como o Julian Wilson. O australiano surfa muito e é bom competidor, mas ganhou injustamente a bateria da 2ª fase, em cima do Jadson André, na última onda.

Os brasileiros
Alejo Muniz diz ainda não ter se recuperado completamente de uma contusão (tornozelo, eu acho), mas surfou muito bem. Pena que deu um certo vacilo na 3ª fase, justamente contra J. Wilson - dessa vez, sem controvérsias. Heitor Alves, a quem os juízes sempre dão notas mais baixas do que ele merece, fez a manobra do evento, um rodeo flip, mas também perdeu na 3ª fase. Miguel Pupo caiu muito da prancha e terminou em 25º.

Mineirinho foi, mais uma vez, o brasileiro com a melhor colocação: 3º lugar. Surfou muito em quase todas as fases, em especial nas quartas, quando venceu o Gabriel Medina, mas não encontrou as ondas na semi-final, quando perdeu pro Parko. Serviu pra manter-se perto dos líderes e subir uma posição no ranking, de 6º para 5º.

A próxima etapa será na França, de 28 de setembro a 8 de outubro.

Nenhum comentário: