sexta-feira, 5 de outubro de 2012

WT França 2012 - Resumo final

Em ondas que variaram de 1 a 2,5 metros, difíceis, com bastante correnteza, a etapa francesa foi pródiga em pranchas quebradas, em notas 10 (6 no total) e, antagonicamente, em pontuações baixas - muitas baterias foram ganhas com um total inferior a 10, em um máximo de 20. Um ponto a destacar é a quantidade de gente que optou por pranchas com 4 quilhas, deve ter sido um recorde.

Os Contendores

Adriano de Souza não tem o costume de ir bem nesta etapa, e desta vez não foi diferente: depois de perder para Jadson André na 1ª fase, perdeu para Taylor Knox na repescagem. Pra piorar, caiu uma posição no ranking e agora precisa ir muito bem nas 3 etapas restantes e torcer por tropeços de todos que estão à sua frente. Não vai ser fácil.

Mick Fanning, que liderava o tour, foi outro que tropeçou ao perder para Dane Reynolds, convidado da Quiksilver, na 3ª fase. Além do Mick, Taj Burrow também vacilou e perdeu na mesma fase para Kolohe Andino - que chegou ao 5º lugar, seu melhor resultado até agora.

Todos os outros postulantes ao título chegaram às semi-finais: John John perdeu do Dane e Joel perdeu pro Slater, que conseguiu sua segunda vitória seguida e terceira este ano. Com estes resultados, Joel passou a ser líder do ranking, seguido por Slater, Fanning, John John, Taj e Mineirinho.

Os brasileiros

Jadson, Alejo e Medina, vencedor desta etapa ano passado, foram os que conseguiram evitar a repescagem, onde Mineiro, Heitor e Wigolly perderam. Apenas Miguel Pupo conseguiu avançar, e foi, junto com Medina, até as quartas de final. Com este resultado, Pupo subiu 5 posições no ranking - foi para a 16ª posição -, e Medina entrou para os top 10. Jadson e Alejo, talvez o Heitor também, precisam de resultados decentes nas próximas etapas para continuar na elite.

Para (re)ver as baterias, clique aqui.

A próxima etapa será em Peniche, Portugal, onde Mineiro ganhou ano passado em uma bela final contra Slater, e começará dia 8.

Nenhum comentário: